• bernardinho_1Bernardinho
  • bernardinho_2Bernardinho

Palestrativa | Bernardinho

Ganhador nato, líder e motivador de equipes. Ele transmite em suas palestras a mesma energia de quando está em quadra como treinador, falando como superar obstáculos e alcançar objetivos, utilizando exemplos reais de sua vitoriosa carreira em times masculinos e femininos e na Seleção Brasileira.

É o maior campeão da história do voleibol, acumulando mais de 30 títulos importantes em vinte anos de carreira dirigindo as seleções brasileiras feminina e masculina. Desde 2001, é o técnico da seleção brasileira de voleibol masculino.

Formado em Economia pela PUC-Rio de Janeiro. Foi atleta de voleibol e participou do início da profissionalização deste esporte no Brasil atuando pela Atlântica-Boavista do Rio de Janeiro. Atuou por mais de 10 anos na seleção brasileira conhecida como “geração de prata” com participação em diversas competições internacionais como os Jogos Olímpicos de Moscou 1980 e Los Angeles 1984 e os Mundiais da Argentina 1982 e França 1986.

Em 1989 foi convidado a ser técnico de voleibol pela primeira vez em um clube da Itália onde ficou por cinco anos até ser chamado para assumir a seleção brasileira adulta feminina no início de 1994. Foram sete anos de conquistas sendo as medalhas de bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta 1996 e de Sidney 2000, o vice-campeonato mundial em 1994 e o tri-campeonato do Grand Prix em 1994, 96 e 98.

Após os Jogos Olímpicos de Sidney deixou a seleção feminina para assumir novo desafio: a seleção masculina. Chegou a final em todos os campeonatos que participou culminando com a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Atenas 2004. Mas ainda teve o inédito campeonato mundial na Argentina 2004 e o tri-campeonato da Liga Mundial 2003, 2005 e 2006.

Em 1997, enquanto ainda era técnico da seleção brasileira feminina, idealizou e criou o Centro Rexona de Excelência do Voleibol em Curitiba/PR onde atua até hoje como coordenador geral. De 1997 a 2000 foi técnico da equipe Rexona sagrando-se bicampeã brasileira em 1997/98 e 1999/2000. O Centro Rexona compreende a equipe competitiva e um projeto social envolvendo 3.500 crianças em todo Paraná em uma parceria da Unilever com o Governo do Paraná. Em 2003, o Centro passou a se chamar Centro Rexona Ades de Voleibol e em maio de 2004 a equipe Rexona-Ades transferiu-se para o Rio de Janeiro passando novamente a ter Bernardinho como técnico.

Hoje, além de técnico da Seleção Brasileira de voleibol masculino, considerada a melhor equipe do mundo, é treinador da equipe do Rio de Janeiro, que disputa a Liga Nacional de voleibol feminino.

Realiza palestras pelo Brasil inteiro, contando como sua energia se transforma em motivação para suas equipes, contagiando também funcionários e diretores de empresas.